Minha evolução travou, e agora?
Matricule-se e veja os vídeos!
Nosso curso de Motivacional tem 19 aulas e 294 alunos matriculados.

Novidades do curso

É muito comum ouvir a frase "minha evolução travou" de alunos que conseguiram bons avanços no início do aprendizado do violão.

Quando começamos algo novo estamos prontos para o desafio, a mente vem aberta para novos aprendizados, fazemos um esforço grande para absorver os novos conhecimentos, seguimos as orientações com precisão e conseguimos avançar. É bom lembrar que esse avanço inicial é algo extraordinário, são passos largos. Para alguém que nunca tocou um violão, tocar a primeira música é totalmente mágico. A sensação é incrível.

Como o passar do tempo os passos vão diminuindo de tamanho, aprendemos novos ritmos, novos acordes, mas a sensação de evolução vai diminuindo. Tudo vai se tornando mais normal, mesmo que o aluno ainda esteja encantado com os novos aprendizados, ele já vai adquirindo uma bagagem de conhecimentos.

Em determinado momento começamos a haver um conflito entre o que já sabemos e o que ainda precisamos aprender. Os principais causadores desse conflito são a falta de tempo e de organização dos treinos.

Numa situação normal do dia-a-dia um estudante chega em casa (já cansado do trabalho) e pega o violão para sua hora diária de treino. Agora vem a decisão sobre o que tocar, e geralmente a escolha é por algo que ele já saiba fazer com facilidade.

É muito simples explicar essa escolha. Tocar algo já dominado é mais confortável, mais agradável e requer menos esforço. Afinal de contas, já trabalhamos o dia todo e agora vamos pegar o violão para relaxar. Aprender algo novo seria cansativo, precisaríamos nos concentrar, tentar, errar, até conseguir assimilar. Acabamos deixando pra fazer isso depois, num dia (hipotético) em que teríamos tempo suficiente para fazer tudo que gostaríamos.

Nesse contexto conseguimos explicar por que a evolução no aprendizado se trava em determinado ponto, onde a absorção de novos conhecimentos se torna mais cansativa do que praticar o que já sabemos.

Uma boa organização dos treinos pode resolver esse problema. A frase para ficar gravada é:

Utilize sua primeira energia em algo novo.

Assim que pegar o violão, não toque sua música favorita, deixe ela pra depois, comece tentando dar um passo a mais no curso. Se você treina 1 hora por dia, fique pelo menos 20 minutos tentando aprender algo novo, e faça isso todo dia.

Deixe pra fazer o que está confortável no final do treino, pois você pode fazer isso tranquilamente, mesmo cansado. Para aprender algo novo precisamos de mais energia e concentração, então faça logo.

Dessa maneira você conseguirá manter uma evolução constante, mantendo-se firme também nos aprendizados anteriores. É sempre bom lembrar que quanto mais evoluímos, mais temos que praticar.

Allan Sales