Formação de acordes - Tríades

Chegamos a um assunto muito importante nos estudos musicais, a formação de acordes.
Primeiramente precisamos deixar clara a diferença entre NOTAS e ACORDES.
Quando você faz um DÓ MAIOR em seu violão, você está fazendo um acorde.

Uma nota é um som isolado. Cada uma das cordas do violão está fazendo uma nota diferente quando você toca o DÓ MAIOR, veja no desenho abaixo:



Um acorde é, portanto, um conjunto de notas.
Repare que no acorde de DÓ MAIOR tocamos cinco notas (pois não tocamos a 6ª corda do violão). Dessas cinco notas duas se repetem, temos então apenas três notas distintas: DÓ, MI e SOL.

Essas três notas juntas formam o acorde de DÓ MAIOR, e o nome dado ao acorde formado por três notas é TRÍADE.

Nessa aula iremos explicar as regras de formação das tríades, ou seja, dos acordes formados por três notas distintas.

As notas que formam uma tríade são:

Nota fundamental: Aquela que dá nome ao acorde. Por exemplo, num acorde de DÓ MAIOR a nota fundamental é o DÓ. Essa nota deve ser a mais grave do acorde.

Terça: A terça (maior ou menor) em relação à nota fundamental.

Quinta: A quinta (justa, aumentada ou diminuta) em relação à nota fundamental.

Existem apenas 4 tipos de tríades:

Maiores: Compostas pela nota fundamental, terça maior e quinta justa.
Menores: Compostas pela nota fundamental, terça menor e quinta justa.
Aumentadas: Compostas pela nota fundamental, terça maior e quinta aumentada.
Diminutas: Compostas pela nota fundamental, terça menor e quinta diminuta.

Vejam a tabela abaixo:



Vejamos o exemplo do nosso DÓ MAIOR, composto por 3 notas distintas, DÓ, MI e SOL.
A nota DÓ é a fundamental, e é a mais grave do acorde, sendo tocada na 5ª corda, pressionada na 3ª casa.
A nota MI é a terça maior, e a nota SOL é a quinta justa.

É extremamente importante estar com o assunto INTERVALOS dominado para poder prosseguir nos estudos da formação de acordes, para os que quiserem revisar aqui está o link da primeira aula:


A diferença de um acorde menor para um acorde maior está apenas na terça. Vejam abaixo os acordes de A e Am.

O acorde de A (Lá Maior) é formado pelas notas:

Lá - Fundamental
Dó#- Terça maior
Mi - Quinta justa

O acorde de Am (Lá menor) é formado pelas notas:

Lá - Fundamental
Dó - Terça menor
Mi - Quinta justa

A única diferença entre os dois é a terça, que é menor no acorde Am e maior no acorde A. As outras duas notas permanecem as mesmas.

Os acordes aumentados tem a terça maior e a quinta aumentada, e os acordes diminutos tem a terça menor e a quinta diminuta.

A representação gráfica desses acordes é a seguinte:

C+ (representa o DÓ aumentado, ou DÓ com quinta aumentada)
C° (representa o DÓ diminuto, ou DÓ com quinta diminuta)

As notas utilizadas seriam

C+
Fundamental: DÓ
Terça maior: MI
Quinta aumentada: SOL#


Fundamental: DÓ
Terça menor: MIb
Quinta diminuta: SOLb

Uma dificuldade comum acontece quando o acorde pedido tem algum acidente, como por exemplo C# (DÓ sustenido maior). Nesse caso a nota fundamental não é o DÓ, mas sim o DÓ#, e as outras vão todas mudar, pois a referencia da fundamental mudou. A terça maior agora seria MI# (isso mesmo, não é FÁ), e o MI passaria a ser a terça menor (pois estaria a 1,5 tons da fundamental).


Faça os exercícios abaixo indicando quais notas são necessárias para formar os acordes (tríades) solicitados e ganhe brindes do Via Musical de acordo com sua pontuação:

Acorde Fundamental Terça Quinta

C

G

Am

Bm

D

Em

F

A

Gm

C+

Fm

F#

D+

Eb

E

Gb

Pontuação: 0

Nessa aula aprendemos sobre formação de acordes. Vou deixar alguns links para aqueles que querem seguir firme nos estudos:

Apostila de violão.

Curso online Via Musical.

Livro Teoria da Música - Bohumil Med.