Intervalos - Primeira parte
Matricule-se e veja os vídeos!
Nosso curso de Harmonia tem 37 aulas e 321 alunos matriculados.

Novidades do curso

Na aula anterior aprendemos como medir a distância entre as notas utilizando a unidade TOM. Agora vamos aprender a classificar essa distância entre duas notas, o que chamaremos de intervalo.

A classificação de um intervalo tem duas partes. Na primeira parte vamos apenas quantificar o intervalo, informando qual a posição de uma nota em relação à outra.

Vamos lá:

DÓ          RÉ          MI   FÁ          SOL          LÁ          SI  DÓ
1º             2º            3º    4º            5º             6º           7º  8º

No gráfico acima temos a nota de referencia sendo o DÓ.

Note que RÉ é a segunda nota a partir de DÓ, portanto o intervalo DÓ - RÉ é de 2º (segunda).

Outro exemplo. A nota LÁ é a sexta nota a partir de DÓ, logo, o intervalo DÓ - LÁ é de uma 6ª (sexta).

Podemos partir de qualquer nota, não apenas do DÓ.

O intervalo SOL – LÁ, por exemplo, é uma 2ª segunda. Levando-se em consideração que o SOL é a 1ª, o LÁ seria a 2ª.

Outro ponto muito importante é que não devemos levar em consideração a distância em tons no momento dessa classificação quantitativa, o que vale é o nome da nota. Por exemplo:

DÓ – MI é um intervalo de 3ª (terça)
DÓ – MIb é um intervalo de 3ª(terça)

No primeiro exemplo temos um intervalo de 2 Tons, que é classificado como terça pois o DÓ é a primeira, o RÉ é a segunda e o MI é a terça.

No segundo exemplo temos um intervalo de 1,5 Tons, mas também classificado como terça, pois vamos de um DÓ para um MI (mesmo que seja MI bemol) da mesma forma.

Inclusive um intervalo entre DÓ# e MIb seria uma terça, mesmo que a distância seja de apenas 1 Tom.

Essa diferenciação pela distância em tons será feita apenas quando qualificarmos os intervalos, com as diferenciações entre maiores, menores, justos, aumentados e diminutos. Mas, por enquanto, no momento de classificar numericamente devemos sempre respeitar o nome das notas e apenas contar quantos “passos” demos de uma nota para outra. Se formos de qualquer DÓ (natural, sustenido ou bemol) para qualquer MI (natural, sustenido ou bemol) teremos um intervalo de terça.

A nomenclatura correta dos intervalos é:

1ª Primeira
2ª Segunda
3ª Terça
4ª Quarta
5ª Quinta
6ª Sexta
7ª Sétima
8ª Oitava

Exercícios:


1 – Classifique (apenas numericamente) os intervalos abaixo:

DÓ – RÉ      __________
LÁ – SI         __________
RÉ – FÁ       __________
RÉ – FÁ#     __________
DÓ# - MI      __________
DÓ – MI        __________
SI – DÓ        __________
SOL – DÓ    __________
RÉ# - DÓ     __________
LÁ – SOL     __________

2 – Preencha com a nota pedida

2ª de DÓ     __________
6ª de LÁ      __________
8ª de RÉ     __________
3ª de MI       __________
6ª de FÁ      __________
2ª de SI       __________
5ª de DÓ     __________
4ª de SOL   __________
1ª de LÁ      __________
8ª de LÁ      __________

Correção:


1 – Classifique (apenas numericamente) os intervalos abaixo:

DÓ – RÉ - 2ª
LÁ – SI - 2ª
RÉ – FÁ - 3ª
RÉ – FÁ# - 3ª
DÓ# - MI - 3ª
DÓ – MI - 3ª
SI – DÓ - 2ª
SOL – DÓ - 4ª
RÉ# - DÓ - 7ª
LÁ – SOL - 7ª

2 – Preencha com a nota pedida

2ª de DÓ - RÉ
6ª de LÁ - FÁ
8ª de RÉ - RÉ
3ª de MI - SOL
6ª de FÁ - RÉ
2ª de SI - DÓ
5ª de DÓ - SOL
4ª de SOL - DÓ
1ª de LÁ - LÁ
8ª de LÁ -  LÁ