Via Musical Via Musical

Di Giorgio Estudante 18

        
    

O violão Estudante 18 é o modelo mais vendido da Di Giorgio.
Suas especificações técnicas são:

Lateral e fundo: Pau ferro
Tampo: Oregon Pine
Escala: Alpaca
Braço: Cedro
Cor: Natural
Formato do corpo: Clássico
Largura da pestana: 51,5mm
Comprimento da escala: 640mm
Cordas: Nylon
Captação: Não
Afinador: Não
Preço: R$599,00

A maioria dos violões da Di Giorgio tem o braço achatado, é uma característica da marca. Esse formato de braço ajuda os alunos iniciantes na correção técnica da postura da mão esquerda, evitando que o polegar fique alto ou que a palma da mão encoste no braço do violão.

A ação(1) do modelo que experimentei é média, sendo possível tirar um bom som do violão sem precisar fazer tanta força nos dedos da mão esquerda.

A projeção do som é média, na comparação com instrumentos na mesma faixa de preço a sonoridade é boa.

A tensão(3) nas cordas é baixa, isso pode ajudar um aluno iniciante a fazer seus primeiros acordes sem maiores dificuldades, pois as cordas ficam mais "moles". Já para um instrumentista em busca de performance, a falta de tensão nas cordas pode atrapalhar a execução de um repertório mais avançado. Essa análise leva em consideração a utilização de cordas com tensão média.

A afinação do exemplar que eu testei é boa. Sem problemas quanto a isso.

Esse violão não vem com captação embutida, é totalmente acústico. O corpo é no formato clássico, sem o corte na parte inferior (que chamamos de cutway).

O acabamento é bom, sem nenhuma parte descolando ou com sinais de desgaste precoce.

Para um aluno que esteja procurando seu primeiro violões o Di Giorgio Estudante 18 é um forte candidato. Podendo ser útil por todo o processo de aprendizado.

Se você tem um Di Giorgio Estudante 18, por favor compartilhe sua opinião nos comentários abaixo.

Abraço a todos
Allan Sales

Legenda:
(1) - Ação é o nome dado para a distância entre as cordas e o braço do violão. Quanto maior a distancia entre as cordas e o braço, maior a ação, e maior a dificuldade para tocar.

(2) - Dizemos que uma corda está trastejando quando ela encosta no traste e faz um barulho metálico e tremido, prejudicando a sonoridade. Violões com ação muito baixa são mais fáceis de tocar mas tem maior possibilidade de trastejamento.

(3) - Tensão é a força que estica as cordas. Quanto maior a tensão, maior a força que estica a corda e maior a firmeza. Um tensão muito alta deixa o violão mais "duro", porém dá mais precisão para o instrumentista.

[propaganda titulo="Como comprar o violão ideal" imagem="http://www.allansales.com.br/wp-content/uploads/2011/03/como-comprar-o-violao-ideal-capa-pequena.jpg" preco="9,90" link="http://loja.allansales.com.br/produto/25"]

SA
SA

Rafael

Tenho um DiGiorgio Signorina 1989 em perfeito estado. Sabe se é tampo maciço e estando sem empeno e todo original quanto vale mais ou menos ? Não tem nenhum risco o violão. Estado de novo.

12/08/2021 às 19:32:23
SA

Allan Sales

Olá, Rafael.
Muito obrigado por escrever.
Busquei informações sobre esse violão mas não consegui a confirmação sobre o tampo ser maciço ou não.
O preço gira em torno de R$2.000,00.
Abraço

13/08/2021 às 14:39:04
SA

ANTONINO GILBERTO PEREIRA

Boa noite! Dizem que os atuais violões Do Giorgio Estudante 18, são fabricados na China e não são tão bons como os antigos. Comprei um ano de 2003. Desde ano de 2003 foi fabricado no Brasil? Obrigado pela atenção que me dispensar! ANTONINO

30/07/2021 às 19:21:30
SA

Allan Sales

Olá, Antonio.
Muito obrigado por escrever.
Infelizmente não consegui encontrar essa informação.
Abraço

02/08/2021 às 11:42:08
SA

Em 2003 era produzido no Brasil ainda.. acho q foi a partir de 2015, se não me falha a memória.

07/08/2021 às 22:07:54
SA

Alexandre Pontes

Tenho um di giorgio modelo estudante 18 2011, realmente é um violão muito confortável mesmo para mim que sou um amador e tenho pouco conhecimento noto a qualidade do instrumento. Tenho apenas uma dúvida quanto quanto ao preço de venda dele pois vejo muitos no mercado livre entre 700 e 900. O que tenho é com a mão entalhada a flor. Muito bonito por sinal.

26/07/2021 às 21:58:14
SA

Allan Sales

Olá, Alexander.
Obrigado por escrever.
Acredito que esse seja realmente o preço de mercado do seu violão.
Um pouco acima do preço de um novo.
Abraço

27/07/2021 às 09:08:22
SA

Leonardo

Olá! Tenho um Di Giorgio Estudante 18 de 1981. Todos desse modelo são deste ano? Pois pretendo vender o meu e creio que quanto mais antigo mais alto o valor de venda. Grato

12/03/2021 às 19:36:26
SA

Allan Sales

Olá, Leonardo.
Muito obrigado por escrever.
O Di Giorgio Estudante 18 não saiu de linha. Temos violões desse modelo sende fabricados até hoje.
O seu violão, que é mais antigo, pode ter ainda o tampo maciço, pois antes todos eram assim. Isso melhora muito a sonoridade.
Se ele estiver conservado e não estiver empenado, pode ser um instrumento valioso sim, com ótima sonoridade.
Abraço

13/03/2021 às 11:44:06
SA

Nirley monte

Boa noite , tenho 2 d giorgio um 16 cordas de nylon e o 18 aço comprei usado , pode ficar assim ? ou devo colocar nylon nos dois porque a maioria dos Dgiorgio que conheço n 18 e´nylon

02/11/2020 às 20:23:20
SA

Allan Sales

Olá, Nirley.
Muito obrigado por escrever.
O ideal é colocar cordas de nylon, pois as cordas de aço tem uma tensão muito alta e podem danificar seu violão.
Devemos utilizar cordas de aço apenas em violões especialmenteo construídos para esse tipo de corda.
Abraço
Allan Sales - Via Musical

03/11/2020 às 10:28:04
SA

Ilson Felipe Nantes

Olá! Tenho um Di Giorgio estudante nº 18, já a um bom tempo, mas só atualmente tenho o usado diariamente com a prática e oportunidadades que o site via musical tem proporcionado. Recomendo para quem está iniciando. Tem um som muito bonito o violão, e continua em perfeito estado.

01/01/2020 às 09:03:56
SA

Allan Sales

Olá, Ilson.
Muito obrigado pelo comentário.
Com certeza irá ajudar muitos outros alunos.
Abraço Allan Sales - Via Musical

02/01/2020 às 11:28:38
SA

Sidney Atis

Alan, sou iniciante e pretendo adquirir um Di Giorgio, Talent 1, nylon. Você teria alguma recomendação contrária?

26/08/2019 às 08:10:02
SA

Allan Sales

Olá Sidney.
Obrigado por escrever.
Não tenho nenhuma restrição a esse violão.
Ele poderá ser um ótimo instrumento para seu aprendizado.
Abraço

26/08/2019 às 10:16:13
SA

JOCEMAR GRAZZIOLI

Olá, Tenho um Di Giorgio estudante 18 cutway, já fazem 13 anos que comprei. Nunca perdeu suas características, tem uma acústica muito boa e é muito macio pra tocar. Recomendo, pois tem um custo benefício muito bom.

21/07/2019 às 06:58:13
SA

Allan Sales

Olá Jocemar.
Muito obrigado por compartilhar sua experiência conosco.
Abraço

22/07/2019 às 11:51:01
SA

Paulo Duarte

Olás... Esse mesmo modelo da di giorgio com fabricação 1983 v. saberia as especificações ( madeira ...tambo caixa etc.... se é maçico o tampo ) O que souber tá valendo. obrigado

02/04/2019 às 11:11:38
SA

Allan Sales

Olá Paulo.
Obrigado por escrever.
Os modelos antigos são muito melhores do que o modelo que descrevemos nesse artigo.
Utilizavam madeira maciça no tampo e o acabamento era bem melhor.
Se o violão de 1983 chegou até os dias de hoje sem estar empenado, e ainda com boa afinação, a sonoridade deve ser maravilhosa. Com as madeiras bem "abertas" e excelente ressonância.
Abraço
Allan Sales - Via Musical

03/04/2019 às 08:02:22
SA

Cristina Victorino

Professor, boa tarde! Meu filho quer aprender violão, mas não sei qual modelo e marca comprar. Meu filho é bem alto e tem uma mão grande fina com dedos cumpridos. Fui orientada à comprar um violão onde os dedos dele se movimentem para que ele possa aprender corretamente. Tem algum violão específico para mãos grandes e dedos cumpridos? Obrigada pela atenção.

25/02/2019 às 06:21:41
SA

Allan Sales

Olá Cristina. Não se preocupe tanto com isso. Ele conseguirá tocar tranquilamente se o violão estiver dentro dos padrões normais. Tente escolher com base na qualidade das madeiras e na sonoridade. Os violões Yamaha são uma boa opção. Abraço Allan Sales - Via Musical

26/02/2019 às 11:28:44
Ir para a próxima aula

Acordes

Conteúdos relacionados

Ver mais