Via Musical Via Musical

Ciranda das 6 cordas - Aula 11

Tonalidade:
Fonte:

Oi amigos,

Nessa aula aprenderemos a fazer a nota DÓ SUSTENIDO, na 2ª corda, 2ª casa do violão.

É essencial possuir o livro para poder acompanhar as aulas.

VOCÊ PODE COMPRÁ-LO CLICANDO AQUI.

No vídeo dessa aula eu faço uma demonstração da música da página 68 (Porque te quero). Lembrem-se que os números que aparecem na partitura representam os dedos da mão esquerda que devem pressionar as cordas.

SA
SA

Anderson Mota de Oliveira

Olá professor Allan! Eu tenho uma dúvida fundamental. É sobre dedilhados de mão direita. É convencional no dedilhado da música popular usar o dedo P para os bordões e IMA respectivamente tocarem as cordas E B e G, com o I as vezes tocando a corda D, eu já estou acostumado com isso, é o padrão. Acontece que no violão clássico as notas aparecem na partitura de forma variada e em qualquer corda. As vezes duas notas na mesma corda e salto de cordas, não obedece uma estrutura padrão como no violão popular aonde cada dedo é responsável por cuidar de uma corda, porém muitas vezes isso também se aplica ao violão clássico. Então qual é a dica que você pode me dar para ter uma técnica de dedilhado perfeita em todas as situações que facilite o toque e leitura de partitura, deixando-nos capacitados para o estudo de qualquer peça, progressivamente. Eu agradeço a sua atenção! Um abraço!

12/06/2019 às 10:00:38
SA

Allan Sales

Olá Anderson.
Sua pergunta é excelente.
A principal dificuldade para a leitura à primeira vista no violão é essa, porque temos diversas possibilidades para a mesma nota.
Dependendo do momento da música pode ser mais prático, por exemplo, fazer um Dó na 3ª corda (5ª casa) do que fazer o Dó da 2ª corda (1ª casa). Essa decisão é do música, e fica difícil ir pensando isso no momento da primeira execução.
Por isso é interessante seguir as sugestões de digitação que vem na partitura, que informa sobre qual dedo e, quando necessário, qual corda atacar.
Quando uma partitura vier sem digitação, o ideal é que façamos a nossa.
Como padrão devemos seguir sempre o caminho mais simples. Tocar bem não é fazer coisas difíceis, mas sim fazer um som bonito.
Se sua mão estiver confortável o som sairá melhor.
Busque agrupar as notas na mesma região do braço.
Se no final da frase temos um MI na 12ª casa, não podemos começar a frase na 1ª casa. Melhor seria fazer todas as notas já na região aguda.
Para casos onde precisamos de grandes saltos utilize as cordas soltas para ter dar tempo de mudança de posição. Busque na frase uma nota que pode ser feita em corda solta para ficar livre.
Existem várias outras formas, mas a regra principal é fazer da forma mais fácil possível.
Espero ter ajudado
Abraço

12/06/2019 às 10:19:25
SA

Anderson Mota de Oliveira

Certo, obrigado pela resposta professor Allan, certamente ela ajudou na minha dúvida. Abçs!

13/06/2019 às 09:40:02
SA

Allan Sales

Por nada Anderson!
Eu que agradeço.
Abraço

14/06/2019 às 09:15:04
SA

Ezau Andrade de Oliveira

Professor a nota dó# é feita com qual dedo da mão esquerda?

03/04/2019 às 08:39:17
SA

Allan Sales

Olá Ezaú.
A digitação depende muito do momento da música. Temos que ver como a mão está posicionada naquele momento e escolher o que é mais rápido e confortável.
Não há um dedo fixo para fazer sempre o Dó# ou qualquer outra nota.
No caso dessa música, utilizamos o dedo 2 para fazer o Dó# quando ele aparece.
Essa informação está no vídeo, veja que colocamos um número abaixo da nota, esse número representa a sugestão de digitação para essa nota.
Fico à disposição para esclarecer outras dúvidas.
Abraço
Allan Sales - Via Musical

04/04/2019 às 09:25:54
Ir para a próxima aula

Acordes

Conteúdos relacionados

Ver mais