Yamaha CG 142S
Matricule-se e veja os vídeos!
Nosso curso de Qual violão comprar? tem 20 aulas e 1 alunos matriculados.

Novidades do curso


                                                                                     Escrito por Weslley Fernandes:

Violão Yamaha CG 142S

Suas especificações são:

Laterais e fundo: Nato
Tampo: Solid Engelmann Spruce
Braço: Nato
Escala: Rosewood (Jacarandá)
Trastes: 19
Cores: Natural (Cedro – C); (Pinho – S)
Tarraxas: Cromadas com Madrepérola
Cordas: Nylon
Largura da pestana: 52mm

A Yamaha é uma das maiores corporações japonesas em atuação no mercado. Seus instrumentos, desde o nível mais básico, já apresentam diferença em relação ao restante encontrado no mercado brasileiro. São instrumentos de grande qualidade para quem está disposto a comprar um bom violão de fábrica, antes de passar para instrumentos de luthier, onde passamos para outro nível de preço e qualidade em todos os aspectos.

O violão testado é o CG 142S, onde o S se refere ao Spruce (Pinho). Há também o mesmo modelo construído em Cedar (Cedro), o que só altera a madeira do tampo e mantém todo o resto igual para ambas as versões. É fabricado na China.

Logo ao pegar no violão é possível perceber o excelente nível de seu acabamento em verniz brilhante. Quando tocado, apresentou uma grande sonoridade e se mostrou bastante afinado e confortável. O violão já estava perfeitamente regulado, sem necessitar de regulagem posterior. As cordas estavam com ação(1) e tensão(2) suficientes para fazer o violão soar com boa projeção e sem qualquer trastejamento(3). Seus trastes são finos e precisamente bem colocados sobre uma escura escala em jacarandá com bolinhas brancas na parte superior servindo como marcação. Ainda sobre a sonoridade, vale falar que o violão apresenta boas possibilidades de timbres e tem um bom equilíbrio entre as notas graves e as agudas, soando realmente muito bem, de modo uniforme e homogêneo, ou seja, um instrumento bastante equilibrado em termos de som.

A afinação se manteve muito firme enquanto o teste era feito. As suas belas tarraxas cromadas com bonitos ornamentos chamaram minha atenção, bem como os pinos robustos e os pegadores em madrepérola que funcionam de modo bastante macio e confortável na hora de afinar.

Em resumo, é possível dizer que o Yamaha CG 142S é uma ótima opção de compra. É um violão de excelente nível para quem está disposto a investir em um instrumento muito melhor sem chegar ao ponto de comprar um instrumento de luthier. Um violão com boa tocabilidade, macio e confortável para a mão esquerda; boa projeção e boa afinação, sustentada por um belo e confortável par de tarraxas. Enfim, um violão que vale muito a pena.

Legenda:

(1) - Ação é o nome dado para a distância entre as cordas e o braço do violão. Quanto maior a distancia entre as cordas e o braço, maior a ação, e maior a dificuldade para tocar.

(2) - Tensão é a força que estica as cordas. Quanto maior a tensão, maior a força que estica a corda e maior a firmeza. Um tensão muito alta deixa o violão mais "duro", porém dá mais precisão para o instrumentista.

(3) - Dizemos que uma corda está trastejando quando ela encosta no traste e faz um barulho metálico e tremido, prejudicando a sonoridade. Violões com ação muito baixa são mais fáceis de tocar mas tem maior possibilidade de trastejamento.