PHX PX31 S
Matricule-se e veja os vídeos!
Nosso curso de Qual violão comprar? tem 20 aulas e 1 alunos matriculados.

Novidades do curso


                                                                            Escrito por Weslley Fernandes:

A seguir a análise do violão PHX PX31 S:

Tampo, laterais e fundo: Basswood
Braço: Nato
Trastes: 18 em alpaca
Tarraxas: Cromadas com madre-pérola
Cordas: Nylon

A marca PHX é uma derivação do grupo Music Instrumentos que iniciou suas atividades trinta anos atrás com o segmento de bags, cases e capas para instrumentos em geral. Com o passar do tempo o grupo ingressou no ramo de instrumentos, sendo seus instrumentos importados e vendidos pelo grupo no Brasil. Nem o site ou os instrumentos da marca dão indicação sobre o país de origem de seus produtos.

O violão analisado nesse texto tem a especificidade de ser um instrumento voltado para o público infantil. Muitos pais tem a preocupação de fazer com que os filhos sejam introduzidos ao mundo da música o quanto antes para que desde a mais tenra idade se familiarizem com o instrumento e, de maneira lúdica, desenvolvam sua musicalidade. Esse tipo de instrumento existe há muito tempo no mercado, é possível encontrar vários instrumentos em tamanho ‘miniatura’ para serem usados por crianças.

A maior vantagem desse tipo de violão que encontramos no Brasil é que eles são de um preço bastante acessível; o que os torna atraentes, uma vez que eles serão utilizados de forma transitória diante do rápido crescimento das crianças.
Não são instrumentos de elevada qualidade sonora e, por estarem nas mãos de crianças, tem mais chances de levarem quedas e quebrarem. O fato que é necessário apontar aqui é: muitas vezes talentos são desperdiçados devido a problemas de ordem física com o instrumento, sendo necessário um instrumento de tamanho adequado a quem vai tocá-lo.

A marca PHX (Ou Phoenix) tem uma boa variedade desses instrumentos voltados para crianças. São modelos com os mais diversos desenhos e cores para gerar uma maior empatia com seu público alvo. São desenhos de carrinhos, animais, princesas e vários outros do mundo infantil e dos desenhos animados.

O modelo em questão leva o título de 31 S (Sendo o S de ‘Safari’). No tampo do violão há desenhos de bichinhos da selva. Seu fundo e laterais são de cor avermelhada. O corpo do violão tem acabamento razoável. A escala é o que achei de negativo, as bordas apresentavam um aspecto borrado, com a pintura mal feita. Mas nada que comprometa a tocabilidade do violão, que aliás, é bem interessante.

As cordas do PHX 31 S estavam com ação(1) e tensão(2) bastante adequadas para uma criança. Sua sonoridade estava dentro do que seria de esperar para um instrumento de tamanho reduzido, com uma projeção interessante e sem apresentar trastejamentos(3). O violão conta ainda com um pino na parte de baixo das laterais para que se possa colocar uma correia (para se tocar em pé). Vem também com uma capa.

Por fim, é possível dizer que o violão infantil se apresenta como opção interessante para aqueles que querem presentear um filho com um instrumento, para que ele possa brincar com música desde a infância e ter na música um grande elemento de sua formação como pessoa. O violão PHX é uma boa opção entre os vários instrumentos que são voltados para esse público.

Legenda:

(1) - Ação é o nome dado para a distância entre as cordas e o braço do violão. Quanto maior a distancia entre as cordas e o braço, maior a ação, e maior a dificuldade para tocar.

(2) - Tensão é a força que estica as cordas. Quanto maior a tensão, maior a força que estica a corda e maior a firmeza. Um tensão muito alta deixa o violão mais "duro", porém dá mais precisão para o instrumentista.

(3) - Dizemos que uma corda está trastejando quando ela encosta no traste e faz um barulho metálico e tremido, prejudicando a sonoridade. Violões com ação muito baixa são mais fáceis de tocar mas tem maior possibilidade de trastejamento.